Buscar
  • Nonato Brito

FOTO DE ARQUIVO (26) - A Pirâmide da praça foi construída há 105 anos para homenagear Luís Domingues


A Pirâmide em foto de 1989. Ainda não havia sido construída a praça, assim também como ainda não havia sido construída a agência bancária na Praça Luís Domingues.

O obelisco denominado popularmente de “Pirâmide”, no centro da Praça Luís Domingues, não indica apenas a figura geométrica de uma pirâmide. Na verdade, o obelisco contém a figura da pirâmide (na parte de cima), do cubo (no meio), de dois quadrados (também no meio) e do hexágono (na parte de baixo). A “pirâmide” de Guimarães, assim, é um caso único. Em 1912, só havia o espaço da praça, então denominada de Praça da Independência, sem, ainda, nenhuma urbanização, quando o Intendente Municipal Francisco de Assis Lopes Júnior e a Câmara Municipal resolveram homenagear o Governador Luís Domingues, dedicando-lhe um obelisco no centro da praça, pelos benefícios que ele havia realizado no Município, com o empenho do vimarense Urbano Santos, fazendo instalar o Telégrafo na cidade e determinando a construção do cais do porto do Guarapiranga e do Aprendizado Agrícola Cristino Cruz, no Capitiua, cuja instituição daria origem à Escola Agrícola Federal do Maranhão. A “Pirâmide” atravessou todo o século XX e continua no centro da praça, incorporada à vida da cidade como poucos monumentos e ponto de encontro de muitas gerações de namorados.A fotografia tem 28 anos. (Foto: Arquivo do Jornal Folha de Guimarães)


61 visualizações