Buscar
  • Nonato Brito

Cinzas de Julinho serão espalhadas pelos locais em que ele viveu em Guimarães


Missa em memória de Julinho, ontem, na igreja do Carmo, em São Luís

As cinzas do vimarense Júlio Fernando de Araújo Neto (Julinho) serão espalhadas pelos locais em que ele viveu em Guimarães. Trazidas do Rio de Janeiro, onde ele faleceu, familiares e amigos vão espalhar as suas cinzas em seu local de nascimento - o povoado Monte Cristo (pertencente à Guimarães no ano de seu nascimento e hoje pertencente a Cedral) e em locais onde ele costumava frequentar com familiares e amigos em Guimarães. Ontem (25), com a presença da esposa Pérola Schalcher Araújo, dezenas de amigos e familiares participaram de missa em sua sua memória na igreja do Carmo, em São Luís.


0 visualização