Buscar
  • Nonato Brito

Historiadora Graça Guerreiro toma posse na Cadeira nº 26 do IHGG patroneada pelo Professor Osório An


A historiadora Graça Guerreiro assina o termo de posse na Cadeira nº 26 do Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães, patroneada pelo Professor Osório Anchieta. Na mesa dos trabalhos, o presidente do IHGG, Osvaldo Gomes, ladeado pela vereadora Ana Luiza Ramos e a secretária do IHGG, Cláudia Cristina Rodrigues da Silva. Ao fundo, João Oliveira Pinheiro, esposo da historiadora.

A historiadora Maria das Graças Anchieta Guerreiro tomou posse no último domingo (8) na Cadeira nº 26 do Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães, patroneada pelo vimarense Osório Anchieta. A solenidade ocorreu às 17 horas na sede do IHGG, no prédio da Oravi, na praça Luís Domingues.

A solenidade foi presidida por Osvaldo Gomes e a Mesa dos trabalhos composta por Cláudia Rodrigues da Silva e Ângela Anchieta, da diretoria do Instituto, e da vereadora Ana Luiza Ramos.

Maria das Graças Anchieta Guerreiro nasceu em São Luís em 15 de fevereiro de 1952. Com quinze dias de vida pisou o solo vimarense, onde foi gerada, e onde seu pai Antônio Pacheco Guerreiro iniciava sua carreira jurídica como Promotor de Justiça. Sua mãe, Célia Anchieta Guerreiro, filha de Guimarães, nutricinista formada pela Escola Agnes Junes Leith, de Fortaleza, começava também sua obra social na terra que amou até seus últimos suspiros.

Estudou no Colégio Santa Teresa e no Colégio de São Luís. Formou-se em História pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), disciplina que lecionou em várias escolas de São Luís e no interior do Estado. Desde cedo dedicou-se à pesquisa histórica e à organização de Arquivos, culminando com o projeto de organização e recuperação do Arquivo Histórico do Tribunal de Justiça do Maranhão. Com esse projeto ganhou o reconhecimento do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ, sendo escolhida para compor a Câmara Setorial sobre Arquivos do Judiciário, sediada no Supremo Tribunal Federal no período de 2004 a 2006.

Casada com João Oliveira Pinheiro, é mãe de Kate Guerreiro Melo, esposa de Carlos Henrique Melo, que lhe deram os netos Ana Beatriz e Pedro Henrique Guerreiro Melo. É mãe de João Alexandre Guerreiro Pinheiro.

Após a saudação à nova integrante do Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães, Graça Guerreiro proferiu o elogio ao patrono de sua Cadeira - o vimarense Osório Anchieta. Graça Anchieta ocupa no IHGG a Cadeira que tem o nome de seu bisavô.

Osório Jorge de Melo Anchieta nasceu em no dia 23 de abril de 1872 na Fazenda Rio da Prata, Guimarães. Professor de várias gerações de vimarenses. Fundou, em 1871, o Externato Primeiro de Março em comemoração ao término da Guerra do Paraguai. Professor de Primeiras Letras do sexo masculino da Vila de Guimarães, escrivão das coletorias Estadual e Federal, Promotor Público, fundou o Externato Cururupuense em 1894. Professor Primário da Escola de Aprendizes de Marinheiros em São Luís. Praticante de Administração dos Correios do Maranhão por meio de concurso público. Promotor Público em Barra do Corda. Diretor do Externato Maranhense. Fundador do Colégio Osório para instrução primária e secundária em São Luís. Procurador Seccional da República. Membro-fundador da Banda de Música Renascença Vimarense. Professor Primário do Aprendizado Agrícola do Capitiua, pertencente ao Estado. Membro fundador do Instituto Viveiros em São Luís, professor de Matemática do Colégio Santa Teresa, professor Auxiliar de Português da Escola Normal em São Luís, professor de Latim do Liceu Maranhense onde se aposentou. O ilustre vimarense tem o seu nome em uma escola da rede municipal de ensino e o nome de uma das principais ruas da cidade.


49 visualizações