• Nonato Brito

Praça fica fazia na quarta-feira de cinzas


A Praça Luís Domingues vazia na manhã desta Quarta-feira de Cinzas

A Praça Luís Domingues estava vazia no início desta manhã de quarta-feira de cinzas. Às 8 horas, os palanques armados das bandas já estavam desarmados, os catadores de latinhas de cervejas se espalhavam pela praça e os garis reuniam copinhos, latas, pratos descartáveis e pedaços de plásticos nas caçambas da limpeza pública. Zoada mesmo, só os vendedores dos sacolões que ofereciam tomates e melancias para curar ressaca, a preço de promoção, insistindo nos seus serviços de som volantes que era hora de acordar para o "batalho" e que o carnaval já tinha terminado. Às 8 horas, centenas de vimarenses já estavam em seus carros e em micro-ônibus de volta para São Luís e outras cidades. A cidade vai retomando a sua vida normal. A Farmácia São José já está aberta, a Credinorte, a BrasilLojas, o comércio de Damásio, na Praça Luís Domingues. A esta altura a fila de carros tem mais de 3 quilômetros do porto do Cujupe. Mas para o ano tem mais!

Destaque
Tags