• Nonato Brito

PERSONALIDADES VIMARENSES - Pedro Marujo, um mestre de barco como poucos


Pedro Tavares Pereira de Abreu ("Pedro Marujo") com a família


Nascido no dia 26 de novembro de 1937, em Guimarães, Pedro Tavares Pereira de Abreu, “Pedro Marujo”, começou cedo a desvendar os segredos do mar, com seu pai, Mestre Domingos Abreu, proprietário do Iate Marapanim.


Aos 18 anos iniciou-se nas artes de mestrar embarcações. Foi mestre do Graça Divina, Iate Marapanim e Caciporé, estes à vela, e do Iate Lima Cardoso, Janaína e Sudepe II, motorizados. A sua habilidade como mestre de embarcações impediu uma tragédia, no ano de 1981, quando o barco Janaína, com mais de 150 passageiros, fazia o percurso São Luís-Guimarães, no período do Carnaval e naufragou nas proximidades do Farol de Itacolomi.


Durante mais de dez anos foi o mestre do barco Lima Cardoso, importante meio de transporte da região nas décadas de 70 e 80, época em que disputavam a preferência dos passageiros de Guimarães, Mirinzal, Cururupu e Bacuri os barcos motorizados Nova da Costa, Lima Cardoso, Águia Negra, depois Josilande, promovendo um grande movimento de cargas e passageiros no porto de Guimarães. A partir da entrada das empresas de ônibus, com o piçarramento das estradas da Baixada e do Litoral, permitindo viagens mais confortáveis no percurso Guimarães-Itaúna, o movimento do porto de Guimarães foi diminuindo gradativamente até extinguir-se, não havendo mais passageiros suficientes para a manutenção de uma linha marítima.


Aprendeu as primeiras letras com o Professor Edson Anchieta e a Professora Dionísia (Dudu) Coração. Foi aluno, ainda, da Escola Paroquial São José, fundada pelo padre italiano Luís Zechinatto.


Foi campeão pela Seleção Vimarense, em 1956, no Campeonato Intermunicipal de Futebol, ao lado de Mário Veloso, Hélio Costa, Lourival, Celso Coutinho, "Poé", Arnaldinho, "Imbigo Liso", Orlando, Nonô, dentre outros. Jogou, ainda, nos times Guarapiranga, Internacional e América.


Do primeiro casamento vieram os filhos Almir, Rosmerinda, Rita e Pedro Henrique. Casando-se, posteriormente, com Analia Ribeiro Pinheiro de Abreu vieram os filhos Ana Emília, Rosa, Franck, Jackson e Pedro Aurino. Foi Vereador à Câmara Municipal de Guimarães. Funcionário público federal da antiga Superintendência de Desenvolvimento da Pesca - SUDEPE, hoje IBAMA, aposentou-se em 1994.


Depois de um acidente vascular cerebral que lhe dificultou a locomoção e a pronunciar as palavras, divide a sua estada entre Guimarães e São Luís com a esposa Analia Pinheiro de Abreu e os filhos, no Bairro Maiobão, recebendo regularmente o tratamento de terapeutas. Folião do carnaval vimarense, não deixa por menos nas festas de Momo e, mesmo na sua cadeira de rodas, circula pelas ruas da praça Luís Domingues recebendo os abraços dos foliões e levando alegria e seus inúmeros amigos.

Destaque
Tags