No centenário de morte de Maria Firmina dos Reis IHGG coloca placa na casa comercial de Valdir Abrantes

19.12.2017

Placa que será afixada na parede da casa comercial do vimarense Valdir Abrantes no centenário de morte da escritora Maria Firmina dos Reis. Naquele local, em residência não mais existente, faleceu a primeira romancista do Abolicionismo brasileiro em 11 de novembro de 1917.

 

O Instituto Histórico-Geográfico de Guimarães vai colocar placa em homenagem ao centenário de morte de Maria Firmina dos Reis no local em que a escritora faleceu - onde hoje existe a casa comercial do vimarense Valdir Abrantes. A solenidade está marcada para a próxima quinta-feira (21) logo após a palestra da escritora Dilercy Aragão Adler, presidente da Academia Ludovicense de Letras, no Teatro Guarapiranga, às 9 horas, com a presença de membros do Instituto, professores, estudantes, autoridades e membros da comunidade. A iniciativa integra as ações alusivas aos 100 anos de morte da autora de "Cantos à beira mar"., que começaram com a Semana Maria Firmina dos Reis, nas escolas municipais de Guimarães a partir do dia 11 de novembro e encerram neste mês de dezembro. A escritora Maria Firmina dos Reis, que nascera em São Luís, mas transferiu-se para Guimarães aos 5 anos de idade, tornando-se depois a primeira professora concursada do município e produzindo, ao mesmo tempo, toda a sua obra literária em Guimarães, é considerada a primeira romancista do Abolicionismo Brasileiro. Maria Firmina faleceu em Guimarães no dia 11 de novembro de 1917, onde está sepultada.

Please reload

Destaque

Polícia resgata equipamento de som roubado da igreja de São José

December 1, 2015

1/3
Please reload

Tags
Please reload