• Nonato Brito

Conceição Braga Cuba toma posse na Cadeira nº 38 do Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães


A professora Conceição Cuba toma posse na Cadeira nº 38 do Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães, patroneada pelo vimarense Rubem Teixeira Goulart.


A professora Conceição de Maria Goulart Braga Cuba tomou posse no último dia 7, às 19 horas, na Cadeira nº 38 do Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães, patroneada pelo vimarense Rubem Teixeira Goulart. A solenidade foi presidida por Osvaldo Gomes, presidente do IHGG, na sede da entidade, localizada na praça Luís Domingues.


O patrono da Cadeira nº 38 do IHGG - Rubem Teixeira Goulart - nasceu em Guimarães em 1920. Formado em Ciências e Letras é um dos pioneiros da Educação Física na Escola Nacional de Educação Física (ENEF) no Rio de Janeiro. Vice-campeão de halterofilismo, peso médio e jogador de vôlei, basquete, futebol e atletismo, vice-campeão do declatlo pelo Fluminense. Inspetor de Educação Física no SEFE (1944-1945) de onde se transfere para a Escola Técnica Federal do Maranhão, hoje CEFET. Em sua homenagem o ginásio esportivo do bairro Monte Castelo, em São Luís, leva o seu nome, assim também como Ginásio Poliesportivo na cidade de Guimarães, na Rua Emílio Habibe.


A professora Conceição de Maria Goulart Cuba nasceu em 1948, em São Luís, passou sua primeira infância na fazenda Gurutil, dos seus avós maternos, na época pertencente a Guimarães (hoje a Mirinzal). Veio com sua família para Guimarães em 1955, onde iniciou o Curso Primário, sendo aluna das Irmãs de Assunção da Missão Canadense. Em 1960 foi para São Luís, iniciando o Ginásio no Colégio São Luiz (1º Ano), passando em 1961 para o Ginásio no Instituto de Educação e concluindo, no Liceu, o curso Científico (1966). Cursou Serviço Social na Universidade Federal do Maranhão, seguindo em 1970 para o Rio de Janeiro, onde se graduou pela Universidade do Estado da Guanabara (UEG), hoje UERJ, em 1971. Retornou de férias a Guimarães em 1973, onde casou com o Vice-Prefeito Dibo Amorim Cuba Filho, atualmente analista de sistemas aposentado, com quem tem um filho, o analista de Tecnologia da Informação (PETROBRÁS), Frederico Goulart Braga Cuba, Físico (UERJ) e Mestre em Engenharia Metalúrgica (COPPE/UFRJ). Conceição Cuba é assistente social aposentada pelo extinto Instituto Nacional de Assistência Médica - INAMPS, onde também foi supervisora e desenvolveu atividades de Assessoria em Serviço Social. Tem Especialização em Terapia Familiar (1986) pelo Departamento de Serviço Social na PUC-Rio; publicou sua Monografia de conclusão intitulada “Diagnóstico em Terapia Familiar”. Possui Formação em Psicanálise pela Sociedade Psicanalítica Gradiva do Rio de Janeiro – SPAG/RJ (1994), com vasta experiência clínica com famílias, individual e grupo. Tem experiência em Consultoria em Serviço Social, professora contratada da Faculdade de Serviço Social – UERJ; e de curso de Especialização em Trabalhos com Famílias na UNISUAM. Participação em Bancas de Graduação e Doutorado na UERJ e Especialização na PUC-Rio. Participou de Treinamento Profissional para assistentes sociais no Instituto de Psiquiatria, IPUB/UFRJ (1986) e Treinamento Profissional em Serviço Social e Idoso pela UERJ – Hospital Universitário Pedro Ernesto (2000). É assistente social, professora, coordenadora de projetos e supervisora da Universidade Aberta da Terceira Idade - UnATI/UERJ. Integra e é uma das fundadoras, do Grupo de Estudos "Diálogos com Hannah Arendt: Espaço público e política" PUC-Rio (2006 e atual). Membro Associado do Centro Brasileiro de Cooperação e Intercâmbio de Serviços Sociais (CBCISS), desde 2003, onde tem participado como membro do Conselho Nacional (2007 a 2009 e 2015 a 2017 e gestão atual); também como Suplente do Conselho Fiscal, gestão 2015‐2017. Representou o CBCISS como suplente do Fórum Permanente das Políticas Estadual e nacional do Idoso ‐ PNEIRJ ‐ 2007 até 2009. Participa em eventos científicos diversos, na organização e apresentação de temas sobre o envelhecimento. Tem diversas publicações nessa área: artigos em Periódicos da PUC-Rio, UFRGS, capítulos de livros na Universidade de Ilhéus (BA), e outros. Publicou sua Tese de Doutorado pela EDUFMA com o título “Guarnicê e cidadania na amizade dos idosos cariocas e ludovicenses”. 1. ed. São Luís MA: EDUFMA, 2015. v. 1. 357p. Possui Mestrado (2005), Doutorado (2013), e Pós-Doutorado (2018) em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio.

Destaque
Tags