• Nonato Brito

Mensagem da professora Marília Azevedo em homenagem ao aniversário de Guimarães

ENLEVO

Não canso de admirar-te na plenitude da tua beleza Olho tuas águas a mover os barcos e canoas, com as mãos invisíveis e divinas a brincar!

Tua paisagem tão esplendorosa ora me confunde: Se olho tuas matas, perco o peixinho a nadar!

Se aprecio o teu céu me furto do prazer de ver um um guará tão imponente!! Se olho as ondas,perco o voo de um pássaro!

Detenho os meus olhos em tuas cores, A luz tênue do fim de tarde me enleva! Não sei se rio ou se choro! Emoções me confundem!

(Marília Azevedo)

PARABÉNS,pelos teus 261 anos,minha querida Guimarães!Teus filhos te amam!♥️♥️♥️

Destaque
Tags