• Blog Vimarense

Guimarães: Mulheres são maioria na Câmara Municipal


Da esquerda para a direita: as vereadoras eleitas Ana Luiza Ramos, Josana Martins, Jenille Brito, Krisbely Ferreira e Beatriz Cunha.

Pela primeira vez, desde que as mulheres conquistaram o direito de votar e a poder se candidatar, na década de 1930, a Câmara Municipal de Guimarães terá a maioria de mulheres compondo as cadeiras da Câmara Municipal. Durante dois séculos, desde a instalação da Câmara de Vereadores no ano de 1758, as mulheres não podiam votar, nem se candidatar. A partir das eleições de 1932, as mulheres conquistaram esse direito no Brasil. Nas últimas eleições do dia 15, o eleitorado vimarense elegeu cinco mulheres para compor a Câmara Municipal de Guimarães a partir do dia 1º de janeiro. Em uma Câmara composta de 9 cadeiras, foram eleitas Jenille Brito (PDT), Krisbely Ferreira (PL), Ana Luiza Ramos (PDT), Josana Martins (PT) e Beatriz Cunha (PSC). Além das cinco vereadoras eleitas, 25 outras candidatas concorreram às eleições do último dia 15. As outras 4 vagas da Câmara foram preenchidas por Magno Cartágenes (PV), Anderson Avelar (PROS), Jackenilson Goulart (Republicanos) e José Henrique Schalcher (PDT). Para prefeito foi eleito o professor Osvaldo Gomes (PDT) e para vice-prefeito o médico Maxwell Pereira (PV). O município de Guimarães já teve três prefeitas no passado: a professora nascida no povoado Encontro, Maria Isabel Gomes Leite, na década de 1930, quando os prefeitos e prefeitas eram nomeados; a assistente social Nilce Farias, eleita em 2012, e a enfermeira Margarete Ribeiro, eleita em 2016. A primeira vereadora do município, a ativista cultural Alice Nogueira, foi eleita na década de 1960, seguida por Anita Gomes, Carmelita Cuba, Francy Anchieta, Dalva Pereira, Hortência Ferreira, Augusta Nogueira, Nilce Farias, Niradalva Vale e Cláudia Abrantes da Silva.

O resultado na sede e no interior

Nas eleições para prefeito deste ano, Osvaldo Gomes (PDT) venceu na sede, no distrito de Cumã (os dois maiores colégios eleitorais do município). Venceu ainda na Comunidade Quilombola de Damásio (que concentra os eleitores do povoado Cumum e Coroatá), nas urnas dos povoados Caratiua, Araoca, Prata (O povoado Prata concentra o eleitorado dos povoados Encontro, Recanto, Boa Esperança e Guarimandiua). Venceu, ainda, nos povoados Ceará (que concentra os povoados Santa Rita, Peri, Jutaizal e São João) e no povoado Monte Alegre (que concentra o eleitorado dos povoados Baiacu, Porto de Baixo, Itapiranga, Camaçaua, Sumidouro, Brejo, e Itapecuru). O prefeito eleito somou 3.374 votos em todo o município. Já o segundo colocado, o médico e ex-prefeito Artur Farias (PSC) venceu no distrito de Genipaúba (onde votam também os eleitores do povoado Vura), no distrito de Maçaricó (que concentra os povoados de Entre-Rios, São José, Cabeceiras e Macajubal), e nos povoados de Guajerutiua, Carapirá, Puca, Lago do Sapateiro (onde votam também os eleitores do povoado Jericó), Gepuba (que concentra os eleitores dos povoados Gepubinha, Cajá Bom e Zaranza), e ainda os povoados de Vila Nova e Pareaua, totalizando 2.925 votos. Estreando na atividade política, o terceiro colocado, o empresário Igor Aguiar (Republicanos) não conseguiu vencer em nenhum povoado, totalizando, contudo, 801 votos. A Justiça Eleitoral marcou a diplomação dos eleitos e eleitas para o dia 10 de dezembro.



Destaque
Tags